quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Se o presidente quiser, acaba com a poluição do rio Noéme já amanhã

No último Dia da Cidade o presidente da Câmara da Guarda anunciou com pompa e circunstância dois projectos ambientais no valor de 3 milhões de euros. Façam-se! Trarão certamente algo de muito bom para o concelho mas para já são apenas estudos prévios.

Mostrando-se o vídeo dos "Passadiços do Mondego" abundantemente partilhado nas redes sociais, apresentava-se também o "estudo prévio para a despoluição dos rios Diz e Noéme". Deste segundo projecto de estudo prévio sabe-se pouco. Provavelmente na sessão solene tenha sido mostrado algo mais mas não se encontra disponível, pelo menos à data em que este texto é escrito. Tenho partilhado muitos vídeos sobre o rio Noéme neste blogue... não mostram nada de bonito sobretudo para se apresentar em dia de festa, opte-se por isso por uma maquete.

No último Dia da Cidade do seu mandato (possivelmente o último que presidirá), o melhor que tem a anunciar sobre a poluição do rio Noéme é a apresentação de um estudo prévio e a previsão de que a sua implementação poderá demorar 4, 5 anos. Passados três anos, é o que temos. Mesmo que se conheça o problema, construída uma Estação-Elevatória para ligação de efluentes industriais à ETAR de São Miguel e gasto dinheiro dos contribuintes.

Quando digo que este pode ter sido o último Dia da Cidade a que presidirá, faço-o na convicção de que se recandidatará e que será derrotado pelos Cidadãos da Guarda. Político profissional que é, espero que não fuja por tacticismo para outro município mas que vá a votos neste concelho. Espero um levantamento ("um basta!") veementemente expresso das urnas por parte dos Cidadãos da Guarda. A cumplicidade com o crime ambiental que acontece no rio Noéme tem de ter consequências.

Volto a repetir o que aqui escrevi noutro post: o único candidato/presidente possível e adequado à Câmara Municipal da Guarda será aquele "que sem peias de tipo algum possa na campanha afirmar inequivocamente que no primeiro dia de mandato fechará a conduta municipal que despeja efluentes industriais no rio junto à Gata" e o faça quando chegar ao poder.

De qualquer forma o actual presidente da Câmara da Guarda ainda tem uma oportunidade. Se quiser, amanhã mesmo poderá começar a despoluir o rio Noéme: se mandar encerrar a conduta que despeja efluentes industriais no rio. Nem serão precisos ajustes directos para isso.

"Despoluição do rio Noéme: medidas compensatórias para as freguesiasribeirinhas", in A Guarda

Concordo totalmente que as freguesias afectadas por décadas de poluição sejam compensadas.


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

"PS elogia projectos ambientais camarários", in A Guarda

O PS que aplaude sem questionar o projecto de estudo prévio para a despoluição do rio Noéme, é o PS que nos mandatos anteriores nada fez para resolver o problema. Bloco Central no seu melhor.



sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Assembleia Municipal da Guarda

Na última assembleia municipal bateram todos palmas aos projectos ambientais ou também perguntaram porque não é fechada a conduta que despeja no rio Noéme?

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

"Como ter um Natal mais amigo do Ambiente?" in Green Savers

Aos conselhos da lista aqui publicada, acrescentaria outro: não despejar resíduos domésticos ou industriais nos nossos rios e ribeiras.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Guarda Cidade Natal

Os camelos e os Reis Magos já foram visitar o rio Noéme?