domingo, 30 de agosto de 2015

Descarga poluente 28/08/2015 - Gata

Imagens do rio enviadas após descarga poluente de 28/08/2015.

Se como a Câmara Municipal da Guarda diz a infra-estrutura está pronta e o equipamento instalado, até quando haverá descargas poluentes no rio Noéme?









quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Descarga poluente 25/08/2015 - Gata

Imagens do rio enviadas após descarga poluente de 25/08/2015:















terça-feira, 25 de agosto de 2015

"Metade dos cursos de água em Portugal falha meta europeia de qualidade", in Público

"Cerca de metade dos rios e albufeiras do país ainda está poluída ou razoavelmente alterada, quinze anos após a adopção de uma directiva europeia que pretendia que todos os cursos de água estivessem limpos em 2015."

A notícia completa do Público pode ser lida aqui.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Descarga poluente no rio Noéme (04 de Agosto de 2015)

Enquanto não forem feitos os "ajustes definitivos" continuarão a ocorrer descargas poluentes no rio, como esta de 04 de Agosto de 2015:

Gata (concelho da Guarda)

04 Agosto 2015 17:07

video

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Resposta do SMAS (2)

Face aos novos dados presentes no esclarecimento do SMAS, remeti hoje novo email com questões adicionais:

"Obrigado pela informação prestada.

O documento que refiro, é um ofício (protocolo, contrato, minuta...) datado de 04 de Novembro de 2010, assinado pela AdZC, CMG e TMRT e enviado à ARH Norte. Fui informado da existência desse documento pela ADZC em email datado de 18 de Junho de 2014 em resposta a um conjunto questões que coloquei.

Em relação ao vosso esclarecimento, gostaria de colocar as seguintes questões:

1. Face ao exposto, gostaria de saber desde quando está instalado o painel de sondas para medição do efluente e qual o custo desse equipamento.

2. Para além disso, em que vai consistir a melhoria do processo de tratamento referido no ponto 4 do vosso email.

3. Em relação à conduta da Gata: podemos inferir que só existirão descargas no rio em casos excepcionais de avaria da EPTAR ou da estação-elevatória? Não haverá descargas de nenhum tipo de forma regular?"

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Resposta do SMAS

Ex.mo Senhor Márcio Fonseca

Incumbe-me o Ex.mo Senhor Presidente do Conselho de Administração dos SMAS, Eng. Sérgio Fernando da Silva Costa, em resposta aos pontos constantes do email de V. Exa, vimos esclarecer:


1 - Para resolução do problema mencionado, têm sido efetuadas todas as diligências por parte dos SMAS, tendo já sido concluído há cerca de um ano um coletor e respetiva estação elevatória que permite a condução do efluente poluente em questão, para a ETAR de S. Miguel.

2 - Da parte dos SMAS e empresa AdLVT, responsável pela ETAR, foi exigido que a composição físico-química do efluente estivesse dentro dos limites dos respetivos regulamentos de ambas as empresas, para poder ser aceite na ETAR e não provoquem alterações processo de tratamento da mesma.

Para ter leitura em tempo real dos valores dos referidos parâmetros, foi já instalado pelos SMAS, na saída do efluente para a estação elevatória, um painel de sondas que permite o conhecimento on-line da composição do efluente.

3 - A empresa, Têxtil Manuel Rodrigues Tavares – TMRT, pediu um tempo de adaptação ao sistema referido acima mencionado, dado que, estavam a instalar novos equipamentos na sua EPTAR, pelo que continuamos a aguardar os ajustes definitivos, que serão efetuados no mais curto espaço de tempo.

4 – Já com os novos responsáveis da AdLVT foi possível assegurar a pareceria necessária para a melhoria do processo de tratamento, conducente ao cumprimento dos parâmetros previstos nos regulamentos de descarga.

5 - Mesmo em pleno funcionamento do sistema de bombagem do efluente para a ETAR de S. Miguel, o coletor que liga ao rio não poderá ser selado, pois é indispensável como emergência em caso de avaria na EPTAR da TMRT e/ou na nossa estação elevatória.

6 – Salienta-se que não temos conhecimento de ter sido feito qualquer protocolo.

Apresentamos, a n/ inteira disponibilidade para qualquer dúvida que possa persistir.

Cumprimentos,

Questões colocadas ao SMAS e Câmara Municipal da Guarda no dia 24 de Julho de 2015

Boa tarde,

Dada a ausência de resposta dos Serviços aos emails de 20 de Novembro 2013, 24 de Fevereiro de 2014, 23 de Novembro de 2014 e 20 de Março de 2015 , insisto nas questões abaixo, relacionadas com a poluição do rio Noéme:

1. Há alguma data prevista para entrada em funcionamento da Estação-Elevatória Quinta da Granja e transferência dos efluentes para a ETAR de São Miguel?

2. Qual o ponto de situação dos trabalhos? 

3. O que está em falta para que tal não aconteça? De quem é a responsabilidade?

4. Está prevista a selagem da conduta municipal que despeja no rio Diz, junto à localidade da Gata? Para quando?

4. Gostaria de solicitar cópia dos protocolos estabelecidos entre os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento da Guarda, a Águas do Zêzere e Côa e a Têxtil Manuel Rodrigues Tavares, relativos ao encaminhamento dos efluentes da referida empresa têxtil para a ETAR de São Miguel através da Estação-Elevatória da Quinta da Granja.

A resposta a estas perguntas será publicada no blogue "Crónicas do Noéme"


Obrigado pela atenção

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

"Guarda faz de conta", de Mário Martins

Sem falarmos pensámos o mesmo sobre as novas telas da Praça Velha. Acrescento que se a moda pega na Guarda de faz de conta e neste país de brincar que é o nosso ainda havemos de ter o rio Noéme despoluído... a fingir!

sábado, 1 de agosto de 2015